Análise: Ghost Recon Advanced Warfighter 2

S.Michael de volta com a mesma cara de sempreE ai pessoal, desculpe a falta de freqüência nos posts, mas ando completamente atrapalhado nos últimos dias.
Mas aqui vai então uma análise fresquinha de G.R.A.W. 2, titulo que aproveitei até os créditos finais nesse fim de semana.

Esquadrão De volta!

Ghost Recon Advanced Warfighter foi um mega sucesso quando lançado ano passado para o Xbox 360. Ele foi um dos percussores da nova leva de títulos, chamada de “segunda geração”, que depois foi representada por Gears of War, Raibow Six Vegas, Lost Planet (entre outros).

A Ubisoft como não é nada boba, tratou de lançar então a já esperada seqüência Ghost Recon Advances Warfighter 2, mais uma vez exclusivo para o Xbox 360.

Ciudad Del México

O jogo se passa nas fronteiras dos EUA com o México em 2014, aonde os terroristas Mexicanos ameaçam a paz americana. Bem, este é um belo pretextos para um jogo repleto de tiros em soldados latim-americanos.

Lá você encara mais uma vez o papel de Scott Mitchell, comandante do esquadrão conhecido como Ghost.

Muito deserto o aguarda mas fronteiras com o México…Antes fosse só isso

Mais do mesmo com um pouco a mais

GRAW2 é muito parecido com seu antecessor em uma visão geral, mas conseguiu trazer pequenas inovações que vieram bem a calhar.
A primeira delas é o Cross-Com 2.0, aqueles óculos futuristas cheio de parafernálias que é possível receber videoconferências, mapas, informações e muito mais, só falta fazer um cafezinho.

O visual em terceira pessoa valoriza a movimentação, agora reforçada pelo sistema de cobertura (famosíssimo em Gears of War) que até que ficou bem feito, possibilitando ataques mais estratégicos e movimentação mais “lisa” pelos cenários.

O Visual continua bem “liso”

Outra coisa bacana são os novos “veículos” controláveis, aonde você além de taques, câmera voadora e até mesmo helicópteros, pode controlar uma espécie de almoxarifado ambulante chamado Mule. O nome já entrega: “Mula”, esse veiculo carrega armas e munição a vontade, que salva (literalmente) sua vida em algumas partes do jogo.

Outra novidade que eu gostei foi os ataques aéreos, totalmente apelões. Bem, esses foram colocados para dar um ar mais cinematográfico, porque depois de acionados, você só precisa assistir tudo ir pelos ares em lindos efeitos de explosão e fumaça.

É, as explosões são bacanas e frequentes em GRAW2

Equipe?

Sim, seus amigos estarão com você. Ou quase isso. No inicio (ou no meio) de algumas missões você deve escolher alguns (na verdade 3) companheiros que vão te ajudar (ou não) durante a missão.

A novidade nesse sistema é um médico, que adivinhem: cura. Bem, isso seria mais útil naqueles jogos de segunda guerra mundial de PSone, aonde você tinha que correr atrás de Medkits, mas como em GRAW2 (e o resto dos outros jogos de tiros atuais) a vida recupera sozinha, bem…Esses médicos ficam um tanto quanto inúteis no modo Single Player.

Olha o médico ali no cantinho…Curar só se for a IA mesmo…

Eu particularmente senti muita falta de uma customização maior da equipe, talvez algum tipo de evolução seria bem bacana, mas você limita-se a escolher qual o rostinho mais bacana ou quem tem mais “estrelas” em Damage.

Hollywood aqui vou eu!

O ritmo do jogo é intenso o tempo inteiro, cada objetivo prende a atenção (e os nervos) até o fim, e isso talvez seja a formula do sucesso da série. Mas acontece que quando você esta começando a se empolgar com as missões, começa a pular quando ver seu comandante vibrar e grita ao derrotar uma investida de 30 soldados vindos do céu o jogo acaba. Sim, ele acaba. Claro que todos os jogos acabam, isso é obvio, mas GRAW2 é curto, talvez demais, mas é curto.

É uma pena, pois no final do jogo é que você começa a sentir mais vontade de jogar, aí só restam duas alternativas: jogar mais uma vez em uma dificuldade maior (e conseguir conquistas) ou jogar multiplayer online.

A ação não para…Só quando o jogo acaba U.U’

O multiplayer online é bem bacana, testei pouco, 5 partidas acho, mas me decepcionei com a ausência do sistema de cobertura, simplesmente não entendi porque raios a Ubisoft tirou esse sistema do modo online, espero que eles arrumem isso em uma atualização futura.

Resumindo…

É ótimo. Possui tiroteios viciantes e uma quantidade enorme de armas, que você quase não usa direito porque o jogo acaba. Mas vale a pena jogar (fechar) e se arriscar no mdo online de GRAW2, que no final das contas, conseguiu cumprir com o esperado.

Anúncios

11 Responses to “Análise: Ghost Recon Advanced Warfighter 2”


  1. 1 Estella (sim sim namorada) 9 abril, 2007 às 8:45 pm

    Oiii amor,to aqui na aula de banco de dados e resolvi fazer uma “visitinha” pra vc!!!!

    um beijão =)
    =*=
    ILY

  2. 2 gilberto 26 dezembro, 2007 às 10:25 am

    peguei o graw2 para pc, no modo singleplayer, so destrava 2 missões é assim mesmo?

  3. 3 PAULO 27 outubro, 2009 às 7:00 am

    OLÁ. PODERIA ME DAR UMA AJUDA NO G.R.A.W. 2, QUANDO CHEGA NA PONTE DA REPRESA,EU SÓ TENHO UMA ARMA PARA DESTRUIR UM HELICÓPTERO E TRÊS COMPANHEIROS. COMO FAÇO PARA DESTRUIR O SEGUNDO HELICÓPTERO, JÁ QUE ARMA COM GRANADA E BASUCA NÃO O DESTRÓEM??

    • 4 ETHAN 21 dezembro, 2009 às 10:42 am

      PAULO,

      UM HELICOPTERO VC VAI DESTRUIR COM A ARMA CHAMADA ZEUS E O OUTRO HELICOPTERO, VC TEM QUE VOLTAR NA RUA ONDE TEM A ARMA P 50, NAO SEI SE VOCE LEMBRA, MAS ANTES DE CHEGAR NA REPRESA (NA RUA DO LADO, LOGO NO FINAL DA RUA VÃO TER DUAS ARMAS P 50 DO LADO ESQUERDO QUANDO VC SOBE A RUA (NAO SEI SE VC VAI SE LEMBRAR, MAS SÓ DÁ PRA DESTRUIR COM ELAS, OK)

    • 5 kevin 5 fevereiro, 2012 às 6:26 am

      vc tem q destruir eles com uma arma chamada ZEUS e so ir na mochila para pegar essa arma quaando vc for eleger a akipe

  4. 6 gabriel-ce 30 dezembro, 2009 às 10:59 am

    amigos, bom dia.
    alguem pode me informar a real sequencia do jogo ghost recon ?

  5. 7 PEDRO 29 julho, 2011 às 6:44 pm

    por favor como passo da segunda fase do ghost recon 2 de pc help!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • 8 kevin 5 fevereiro, 2012 às 6:28 am

      a fase 2 vc tem q chegar perto dos tankes de guerra e colocar uma especie de dinamite dai depois vc pega o elicoptero e sai da area e passa de fase 😀

  6. 9 Lucas 9 janeiro, 2012 às 3:29 pm

    Awe como qui eu faço pra jogar On Line ??? …

  7. 10 Pedro 7 abril, 2012 às 7:23 pm

    muito obrigado por mi encinar a fases e como jogar ..l..


  1. 1 Pimenta no refresco dos outros é um cu « No Controle Trackback em 3 abril, 2007 às 5:43 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




abril 2007
S T Q Q S S D
« mar   maio »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

%d blogueiros gostam disto: