Sony no Brasil: sonho ou realidade?

A SBGames pode trazer novidades que ninguém poderia esperarSe ontem eu dissesse a vocês que a Sony poderia estar interessada em entrar no mercado brasileiro, provavelmente isso seria encarado como uma utopia ou quem sabem como algo de um sonysta sonhador. Certo?

O pior disso é que eu realmente disse isso, ou pelo menos dei a entender, quando postei sobre a Synergex no Brasil. Na entrevista que vocês também conferiram aqui no GoLuck há poucos dias, tentei arrancar alguma coisa do pessoal da empresa, mas a resposta foi bem desanimadora.

Pois bem, nada melhor que um dia após o outro.

Ontem, dia 7 de Novembro, (meu ídolo) Théo Azevedo esteve em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, cobrindo o SBGames, que é uma espécie de “GDC” brasileira, onde desenvolvedores se encontram para discutir e compartilhar experiências.

Esse evento poderia revelar algumas surpresas como novas iniciativas de brasileiros, novos jogos brazucas chegando, palestras inusitadas, ou quem sabe alguma bomba. Pêra aí: bomba em evento de games no Brasil? Só poderia ser loucura dessa minha cabeça. Ou não.

Perto de nós?

Amanhã, 9 de Novembro, será o dia que a Sony Computer Entertainment of America fará uma palestra sobre o possível apoio da empresa à América Latina (Brasil incluído, claro).
Você não sabe o que isso pode significar? Isso é uma premissa que a empresa japonêsa pode finalmente liberar os tão procurados e restringidos kits de desenvolvimento para as atuais plataformas da empresa. E quem sabe, também comercializar oficialmente os consoles e softwares.

Ok. Respire fundo e leia esse último parágrafo novamente. Sim, realmente aquela luz no final do túnel que eu tentei enxergar talvez esteja mais perto do que nunca.

Mas nós, meros telespectadores e torcedores, vamos ter uma resposta sobre o que será decidido pela Sony apenas sexta-feira mais tarde. Até o fechamento desse post (ás 0h30) nada foi divulgado, mas os comentários estarão repletos de confetes e/ou palavrões conforme as noticias saírem, inclusive após o post diário de sexta-feira, que pode acabr não tendo muito ha ver com o assunto.

E agora, caros amigos: será que finalmente teremos o apoio da Sony em território nacional? Acho que seria a noticia perfeita para terminarmos 2007 com um sorriso até a testa e esperar por muitas novidades em 2008. O que vocês acham?

Essa aàé a turma enviada pela Sony que pode nos dar novidades incriveis

UPDATE: A tão esperada palestra aconteceu. Talvez para nós, gamers, a notícia não seja a desejada. mas para os nossos (corajosos) desenvolvedores, a notícia é ótima e empolgadora:

“A Sony quer, enfim, quebrar a falta de contato entre produtoras e universidades com a empresa, em um programa que passa por uma série de iniciativas. Com as instituições de ensino, o objetivo é fornecer kits de desenvolvimento, ensinar estudantes sobre o PlayStation, com enfoque no PS2 e PSP e, através de parcerias, promover cursos e palestras com convidados.”

Confira o resto da matéria publicada por Théo Azevedo no UOL Jogos aqui.

Anúncios

23 Responses to “Sony no Brasil: sonho ou realidade?”


  1. 1 Wagner - The Old_RevenanT 8 novembro, 2007 às 1:04 am

    O que eu acho? Eu acho ótimo, não por ter planos de possuir um PS3 ou PSP, mas para trazer real concorrência ao mercado nacional.
    Todos sabem que a Microsoft tem seu console “oficialmente” no Brasil, porém não vem utilizando ferramentas de marketing ou expansão para trazer isso ao conhecimento do público, aqui na Baixada Santista uma loja que é representante oficial da Microsoft só tomou conhecimento do lançamento de PGR4 pq eu fui lá procurando pelo jogo e quando o vendendor olhou no sistema “descobriu” que haviam recebido cópias dele dois dias atrás mas que ainda estavam no estoque! Ou seja, a Microsoft atualmente não se preocupa muito com sua situação de oficial, ou se se preocupa não está fazendo nada a respeito. Quem sabe com a vinda da Sony o mercado não dá um chacoalhada e a Microsoft Brasil acorda para o que está acontecendo, afinal esperar mobilização só com lançamento de Halo 3 não vale a pena!

  2. 2 Youta 8 novembro, 2007 às 8:20 am

    Realmente, concordo com o comentário do Wagner, talvez essa iniciativa acorde as outras empresas e incentive a investir em outros países, assim como acontecia com os jogos 8 e 16-bits, lembra da Tec Toy?
    Isso vai, além de baratear os games, trazer mais oportunidades de crescimento para empresas nacionais =D

    E que venha a Sony, a Nintendo, a Microsoft e quem mais quiser!

  3. 3 Gustavo Oliveira 8 novembro, 2007 às 8:48 am

    A resposta foi desanimadora?

    Foi brochante…
    Foi “paumolescente”

    Pode escrever isso?

  4. 4 Gustavo Oliveira 8 novembro, 2007 às 8:51 am

    A Nintendo é distribuida oficialmente no Brasil não é?

    têm até aquela história de caixa e manual em português e assinatura de 3 meses da NGamer…

  5. 5 Lucas Patricio 8 novembro, 2007 às 9:20 am

    Penso como o Wagner. Acho que o principal seria a concorrência que a empresa causaria no nosso mercado.

    Assim como A gamers vai fazer concorência com a synergex, acho que a Sony poderia muito bem faer a Microsoft correr ainda mais para ganhar nosso mercado.

    O lado dos desenvolvedores também é importante. Eles terem os kits de desenvolvimento é um avanço enorme.

  6. 6 Rodrigo Budrush 8 novembro, 2007 às 9:56 am

    Considerando a popularidade do PS2 e a possibilidade de que o console dure até 2010, é realmente interessante pensar na distribuição de kits para produtores brazucas. Isso pode fazer surgir muita coisa boa, além de manter o console vivo. Mas resta saber se os usuários do console aqui no Brasil prestigiariam nossas produções comprando os jogos originais… e é aí que o bicho pega.

  7. 7 Lucas Patricio 8 novembro, 2007 às 11:10 am

    Hum, você tocou em um ponto crítico, Budrush.

    Realmente saber se o publico brasileiro iria prestigiar os produtos brazucas é dificil, até porque os MMO brasileiros são muito “fracos” por aqui.

    Talvez se distribuidos em revistas, internet e etc, eles pudessem até ter um certo sucesso. Já que realmente a “base instalada” de PS2 aqui no Brasil é enorme. Mas acho que muita burocracia pode acabar impedindo que muita coisa aconteça.

    O jeito é ver para crer…

    PS. O post está atualizado com a correção de algumas datas que eu, equivocadamente, havia colocado. A palestra da Sony acontece amanhã, dia 9.

  8. 8 Sardo 8 novembro, 2007 às 11:29 am

    Tinha lido algo a respeito de a Sony vir para cá.
    É um passo grande sabe? Além do possível barateio, a Microsoft deixa de ser a única com representação oficial no mercado nacional de games e começam, propagandas, concorrência e etc.. Grande avanço.
    Assim quem sabe, as pessoas enxergam que VG não é mais só “coisa de criança!”. Falta alguém vir a público dizer isso. Mas não um qualquer. Quem sabe uma grande empresa (leia-se SONY) mostrando isso, não mude a cabeça de muitos (leia-se MEU PAI).

  9. 9 Lucas Patricio 8 novembro, 2007 às 12:00 pm

    Haha Sardo, eu entendo isso que você diz.
    Imagine então você dizer para um amigo ou amigo de um parente: “trabalho em um programa de games”, e ai recebe ainda escuta: “ah, mas logo logo você encontra um trabalho melhor…”

    Acho que essa “concientização” vai rolar quando o assunto no Brasil vor levado a sério, e não apenas como algo “underground” de pirataria, violência e etc.

    Pode ser que esse cenário ainda esteja longe, mas estamos mais perto do que nunca.

  10. 10 Sardo 8 novembro, 2007 às 1:14 pm

    Longe está, e isso é fato.
    Mas com notícias assim, caminhamos a passos largos.

    Putz cara! Deve ser horrível mesmo. >_<
    Por isso que nem sempre podemos fazer o que gostamos, e temos que nos submeter a escolhas das quais nos arrependemos mais tarde (que graças a Deus, não aconteceu comigo… ainda!).

    Admiro sua coragem. 🙂

  11. 11 Danilo 8 novembro, 2007 às 1:43 pm

    EU achei superhipermaravilhosamente perfeito, se a SONY lançar o PS3 aki no Brasil, o meu futuro na next gen pode mudar!
    Amanha é o dia!! uhuu

    PS: Ja penso se ela faz a mesma jogada da MS, lançar o seu carro chefe traduzido e dublado em PT Brasil???? Se for God Of War então!!!!

  12. 12 Gustavo Oliveira 8 novembro, 2007 às 2:13 pm

    é verdade….

    Mas veja só. O que me importa é PREÇO! Um console “nacional” (XBOX360) por “dois barão e meio” é caro. O PS3 tem que vir, e vir com tudo. Aí quem sabe os preços caem.

    Quanto á dublagens, é bom, mas é uma consequencia do “abrasileiramento”.

  13. 13 Danilo 8 novembro, 2007 às 3:48 pm

    ae lucas
    fiquei sabendu aki que vão lançar o game Uncharted: Drake´s Fortune TOTALMENTE dublado em PORTUGUÊS! mas de Portugal! hehe
    assisti ai o video, por mim ta muito dahora, da pra entender tudu ora pois! hehe
    ve ai o q vc acha.
    abraços

    link do video:
    http://www.ene3.com/archives/019291.html

  14. 14 Rodrigo 8 novembro, 2007 às 7:02 pm

    KI SI DANI ISO… TOMARA KI NAUM DE CERTO PQ EU VO CONTINUAH CONPRAMDO JOGO FALSIFIK-DO EH MELHOR E MAIS BARATO E A SONY ROXXXXXXXXXXXXXX
    (soh pra quebrar o clima da discussao ;P ta bombando esse post, hein? ;P)

    Mas serio agora, por melhor que seja essa noticia eu vou demorar a me acostumar com isso. Mais de uma decada de negligencia da sony me fez achar estranha a ideia de eles “virem pra ca”. Acho que se vierem, nao vao dar muita atencao, a nao ser rola uma manifestacao no mundo gamer e todos passem a investir nos originais. Por sinal, nao faco ideia de como esta sendo o resultado da Microsoft aqui no Brasil, em se falando em videogames. Voce sabe de algo? Ta dando lucro ou ta morno? Porque o meu receio eh que daqui a oito, nove meses a MS anuncie o cancelamento do suporte ao Brasil por falta de retorno.

    A Nintendo fazia um bom trabalho aqui e agora nao temos quase nada. Nao gostaria de ver a nossa “nova esperanca” ir por agua abaixo.

  15. 16 Lucas Patricio 8 novembro, 2007 às 7:40 pm

    Rodrigo: Hahaha, sua “introdução”, por mais engraçada que seja, acontece de verdade U.U’

    Acho que esse medo da Microsoft ou qualquer outra empresa simplesmente desistir do mercado por falta de retorno, bem, isso é um risco real.

    Mas quando uma empresa entre e investe em um país, ela faz um planejamento. Acho que a M$ sabe que não vai ser em um ou dois anos que as coisas vão mudar da agua para o vinho. Mas ainda sim, é um risco.

  16. 17 Lucas Comitre Martinez 8 novembro, 2007 às 9:10 pm

    Sinceramente, tenho vários motivos para não comemorar essa notícia:
    1)Mesmo que o PS3 seja comercializado no BRasil pela Sony, com preços mais baixos e tals, ele continuará sendo caro! Porque a) estamos no Brasil, isso não vai ajudar muito e b) o PS3 É caro!
    2)O PS3 ainda não me convenceu, não vejo nenhum jogo que me faça querer ver a máquina em ação, e Home foi adiada denovo (Hmpf!)
    3)Os jogos continuarão caros! E não exitem piratas de Blue-Ray
    4)Metal Gear ainda não foi lançado, e quando for não vai vender e será então anunciado pro 360, a história de RE4 irá se repetir.
    5)FFXIII não foi lançado
    6)Não gosto do Sixaxys, e com rumble gosto menos ainda!
    e 7)Como bom anti-PS3ista rezo para que o console caia e a Square-Enix passe Kingdom Hearts pro DS e FFs para o 360; e como a Sony não tem nenhum jogo decente ela vai viver somente da venda de PS2… pra sempre! huhaauahauau

    Tá tirando a brincadeiras tudo ai em cima pode ser usado para simplesmente dizer que isso não vai mudar o estado do console no país, porque ele continua sendo um console muito caro para pouquíssimos jogos (caros também) no mínimo interessantes.

  17. 18 Cesar Martins 8 novembro, 2007 às 9:44 pm

    Não comemoro a notícia por que ainda não tem nada confirmado, mas se o PS3 acabar desembarcando mesmo em território tupiniquim ficarei contente, mesmo sabendo que não comprarei um.
    Mas uma outra coisa que me chamou a atenção foi liberar os kits de desenvolvimento para desenvolvedoras brasileiras. Adoraria ver um jogo nacional em um grande console.
    Exixtiam comentários de a Madgam desenvolver para GBA e DS, mas não sei se isso realmente aconteceu.

  18. 19 Lucas Patricio 8 novembro, 2007 às 11:23 pm

    Lucas: Eu entendo os seus pontos de pensamento, mas é inevitavel dizer que o console ser comercializado oficialmente no país é algo incrivel.

    Mas vocês tão esquecendo de duas coias: PSP e PS2.

    Imagine o que produtores criativos e competentes (brasileiros) não podem acabar desenvolvendo para o PS2 ou PSP com os kits da Sony?

    A base instalada do console no Brasil é enorme, e eu volto a dizer: é essa a hora.

    O PS3, bem, console de nova geração não é coisa pra qualquer um. Infelizmente o Brasil ainda sofre de muita desigualdade, e isso sempre será um problema a ser superado…

  19. 20 Sardo 9 novembro, 2007 às 8:21 am

    Sim, passou um dia.. =p

    *curioso*

  20. 21 Lucas Patricio 9 novembro, 2007 às 8:36 am

    É Hoje Sardo. Não sei a que horas que os representantes vão dar a palestra. mas qualquer coisa eu (ou vocês) atualizamos aqui nos comentários.


  1. 1 Mario: barrigudo demais? « Blog GoLuck Trackback em 9 novembro, 2007 às 2:14 pm
  2. 2 Sony no Brasil? GoLuck (quase) sabia « GoLuck Trackback em 3 março, 2008 às 3:22 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




novembro 2007
S T Q Q S S D
« out   dez »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

%d blogueiros gostam disto: