As diferentes formas de jogar

por Wagner Araújo

AtariLembro de forma saudosa o tempo que eu passava jogando Enduro no Atari, como ficava com o dedo calejado de tantas horas que passava segurando o maldito botão, acompanhando as transições de tempo: dia, noite, neve e neblina. Para nossa alegria atualmente os controles (ou joysticks) são confortáveis, tremem, brilham e fazem barulho, mas não é deles que quero falar hoje, quero falar sobre a invasão de instrumentos musicais que permeiam os consoles atualmente e também dos já conhecidos acessórios. Afinal vale ou não a pena investir em um controle em forma de guitarra? (ou bateria, microfone, volante, pistola, tapete, “coisa estranha com um grande botão colorido”)

Eu já joguei Halo com uma guitarra!

Quando comento sobre Guitar Hero com alguém a primeira pergunta que ouço é: “É mesmo divertido jogar com a guitarra?” e minha resposta sempre é: “Sim”. É claro que para quem nunca jogou é difícil de explicar, afinal a simples idéia de alguém segurando uma mini guitarra com botões coloridos enquanto finge dedilhar as notas é no mínimo ridícula, eu mesmo tinha essa sensação antes de experimentar, mas não é que depois de faze-lo eu não consegui mais me divertir só com o controle.

Jogos como Guitar Hero e Rock Band conseguem transmitir aos jogadores uma sensação de “emulação” tão grande ao ponto de uma forma de jogo tecnologicamente simples tornar-se um sucesso tremendo numa geração onde gráficos e framerates são amplamente discutidos.

Acessórios antigos, idéias avançadas

Laser ScopeQuem não se divertiu alguns anos atrás com as antigas “pistolinhas” jogando Duck Hunt? A idéia de tornar os controles parte da diversão do jogo é muito antiga, alguns acessórios pré-históricos de NES por exemplo apresentavam idéias inusitadas, não funcionavam direito e eram muito caros. Não posso dizer se eram divertidos afinal na época alguns custavam até U$500 e suas funcionalidades eram no mínimo criativas, algo como mirar e gritar “Fire!” para atingir alvos (como o acessório ao lado) ou o Power Pad o possível pai (ou seria avô?) dos tapetes de dança, acessório que servia para diversos jogos (memória, cálculos e até musicais) .

O mais recente jogo lançado para console “com controle inusitado” é o Scene It?, adaptação de um jogo que mistura tabuleiro e DVD com questões sobre filmes, clipes e cultura pop americana. A adaptação para o Xbox 360 apresenta quatro controles especiais com design super estranho, basicamente um enorme botão colorido que você deve apertar a tempo para responder as questões, como num programa de auditório.

Já detonei o jogo, agora o que faço com a guitarra?

É claro que a citação acima é apenas uma brincadeira, os jogos com acessórios tem hoje um grande aliado: o conteúdo extra, músicas adicionais estão pipocando a todo momento na rede do X360 e PS3 e agora até o Wii entrará na roda.

Então ficam as perguntas: será que depois dos jogos musicais ainda resta espaço para surpresas com novos acessórios? E para os que jogaram Guitar Hero e afins como avaliam a experiência dos acessórios?

Porque não lançaram um volante para o Atari na época do Enduro? Meu dedo teria agradecido…

Anúncios

11 Responses to “As diferentes formas de jogar”


  1. 1 Marcos Diniz 6 dezembro, 2007 às 10:53 am

    Os acessórios quebram um pouco a rotina do Joystick (ou Control PAD), são uma forma de melhor interação com o jogo, por isso alguns vende que nem água, no caso estou me referindo ao GUITAR HERO.

    Nunca tive um acessório para VG, achava besteira até conseguir em um concurso de Mario Kart para Nintendo DS Lite, ganhar meu Guitar Hero. (NO final o post eu falo como eu ganhei minha guitarra).

    Apesar de ter um 360, nestes últimos dois dias só estou jogando meu Guitar Hero 3 no meu velho PS2, me divirto por horas e talvez não seria assim usando o joystick. Alguns amigos que possuem o jogo, principalmente para o 360. Adoraram mas, ele cai no esquecimento devido a reclamações que o controle faz doer os dedos. Quando eu pergunto; Ué porque não pegam uma guitarra, existem várias genéricas e com bom preço, inclusive algumas muito boas por sinal!

    A maioria diz; Pra que! Já terminei o jogo mesmo!

    Perdoai-vos eles não sabem o que dizem!

    Ao jogar com a guitarra é quase impossível voltar ao controle convencional, eu por exemplo nunca tentei e desculpe pra que?

    É claro que alguns acessórios são caros demais. Rock Band por exemplo, nem saiu no Brasil e talvez terei que vender meu rim direito pra te-lo.

    Mas uma coisa é verdade. É muito difícil arrepender-se quando se compra um acessório, no caso Guitar Hero, principalmente na geração atual que há devido aos conteúdos extras.

    Só resta saber se o jogador quer ou não investir no entretenimento, posso estar errado ms VG não é lazer também?

    _____________________________________________________

    – Senta que lá vem história;

    Era uma vez um menino de Guarulhos que estava jogando em uma loja da região. O jogo era Super Mario Bros, para Nintendo DS Lite.

    Até ai blz, estava eu lá jogando, aliás, caroçando pois, não tinha dim dim suficiente para comprar o aparelho. A atendende da loja nem ligou e deixou eu jogar por mais ou menos uns 30 minutos. Como eu sou amigos do dono, entre um pulo e outro fiquei conversando sobre, pirataria, jogos e rolou um papo sobre campeonato de jogos.

    Nesse momento fui interrompido pelo amigo que me avisou que a loja dele estava realizando um campeonato e era de Mario Kart DS, até disse que havia um cartaz em frente a loja e por sorte minha, seria naquele dia mesmo, só que mais tarde. A premiação era o seguinte;

    – XBOX 360.
    – Guitar Hero
    – Street Fighter Alpha 3
    – Camiseta Street Fighter Alpha

    Eu fiquei empolgado vi que muitas pessoas haviam se inscrito, daí fiz a inscrição, uns R$ 15,00 senão em engano, caro né, mas meu objetivo era o 360, sairia barato se rolasse.

    Sei lá se foi sorte, jogo Mario Kart só que pra SNESS, acabei ficando entre os 4 primeiros, visto que o campeonato teve 32 inscritos.

    Na final perdi. Pra variar. Fiquei em 2º lugar, na hora fiquei um puco decepcionado comigo, mas vi que realmente eu não mereci aquele prêmio pois, o cara que ganhou tinha um Nintendo 64 e dois jogos Mario Kart e Mario 64 e bem velhinho dizia ele, vi lágrimas nos olhos dele quando colocou a mão no aparelho, enfim realmente ele mereceu. Eu já havia passado pelos consoles Atari, Turbo Game, SNESS, Playstation 1, Nintendo 64 e estava na época com o PS2. O rapaz não, era o 1º VG dele inclusive ele havia ganhado do Tio como pagamento de dívida, coisa triste mesmo….

    Voltando a história… No segundo lugar, achava que era o Guitar Hero jogo, não dei muita bola, mas quando fizeram a entrega do prêmio, quem quase chorou fui eu… Não acreditava naquilo, era uma Guitarra com o JOGO…. Putz, nunca ganhei nada com VG, enfim, foi um pu%a prêmio na minha opnião…

    Foi bem legal, uma boa experiência.

    O primeiro acessório, agente nunca esquece!

    Valeu.

    Não xinguem eu sei que eu escrevi demais. (Rs)

  2. 2 Camilo 6 dezembro, 2007 às 5:28 pm

    Os acessórios existem no mercado desde o Atari, mas o que mudou foi a maneiro como eles estão sendo tratados pelas produtoras, principalmente nessa geração de consoles. Antes muitas empresas lançavam aparelhos “avançados” para chamar atenção dos compradores, mas a tecnologia da época era muito precária, fazendo com que boas idéias fossem muito mal executadas, como a odiosa Power Glove… Hoje, com o salto tecnológico absurdo na área de informática, os acessórios conseguem atingir as expectativas dos jogadores em termos de jogabilidade e qualidade. E com certeza podemos dizer que na geração X360/Wii/PS3, os diferentes acessórios estão determinando e muito qual o console a pessoa acaba adquirindo.

  3. 3 nephesh 6 dezembro, 2007 às 5:55 pm

    Parabéns, Luck! Logo depois de clicar no botão “Enviar” desse comentário, vou destuir meu dedo no Enduro! E é justamente por essa pressa que não vou comentar muito detalhadamente o post, só queria que você soubesse que quando eu estiver cheio de calos a culpa vai ser sua.
    Anyway, me comprometo a voltar(prazo indeterminado) aqui e comentar que nem gente (e ler o comentário do Marcos Diniz, parece interessante).

  4. 4 Lucas Patricio 6 dezembro, 2007 às 8:21 pm

    Nephesh: Não me culpe, esse texto é do Wagner. Não tenho nada ha ver com isso, uahauhauah

    Brincadeiras a parte, realmente os acessórios são sempre bem vindos. Eu destaco o ROB, que além de ter sido um dos maiores fracassos da Nintendo (depois daquele videogame virtual estranho) ele ainda continua a ganhar homenagens nos jogos da Big N (um dos que eu me lembro é Mario Kart DS).

    Ótimo texto, Wagner 😉

  5. 5 Mauri 6 dezembro, 2007 às 9:16 pm

    Cara, lembrei de um vaporware… aquele capacete para o Atari 2600 que supostamente permitiria que você controlasse o jogo com a força do pensamento!

  6. 6 Rodrigo 6 dezembro, 2007 às 10:47 pm

    Po, o cara ganhou guitar hero! E eu torcendo pra ganhar no NGM, mas acho que nao vai rolar dessa vez ;P

    I’LL HAVE TO TRY HARDER!

  7. 7 Wagner - The Old_revenanT 7 dezembro, 2007 às 12:40 am

    E o mais interessante para ressaltar é que os acessórios que fazem sucesso hoje são os “tecnologicamente” mais simples, afinal as guitarras (de todas as plataformas) nada mais são do que “joysticks” com formatos diferentes. Talvez os acessórios que agregam mais recursos tecnológicos sejam os volantes com o recurso de force-feedback.
    Hoje as produtoras têm a tecnologia, mas já não se arriscam mias com aparelhos espalhafatosos.
    Ninguém vai arriscar um acessório diferente que poderia fazer sucesso? Ou quem sabe um acessório antigo que teria espaço hoje em dia?

  8. 8 Lucas Patricio 7 dezembro, 2007 às 12:42 am

    Essa questão que você levantou é muito interesante, Wagner. Será que acessório antigos poderiam dar certo hoje em dia?

    Eu digo que sim. Motivo? Wii Zapper. Quem é um pouco mais antigo sabe que a Nintendo lançou a pistola zapper junto com o ROB (do qual comentei anteriormente) para NES! Vinte e poucos anos depois, ela re-aparece no Wii.

    Acho os acessórios precisam ser diferentes mas com criatividade, só assim se conquista os jogadores…

  9. 9 Wagner - The Old_revenanT 7 dezembro, 2007 às 1:07 am

    Um dos pontos interessantes do Wii é que seus acessórios são apenas extensões do controle, o que ao mesmo tempo é bom e ruim, afinal se usado com criatividade é legal (a guitarra e o volante), mas o que vemos é que eles extrapolam um pouco isso (vide as “raquetes”, “bastões de beisebol” e afins)

  10. 10 nephesh 7 dezembro, 2007 às 11:05 pm

    Não era o Luck? Sorry Wagner, talvez tenha sido a vontade instantânea de jogar Enduro que me ocorreu. Aliás, acabei não destuíndo o dedo, alguns minutos depois chega em casa meu pai com Enter the Matrix pra GC, e lá fui eu brincar de hacker. Pois bem, isso não vem ao caso. A verdade é que eu não prestei atenção que não foi o Wagner quem postou (até então, eu supunha que só o Luck postasse no GoLuck, mas tanto faz); e o importante é que cumpri minha promessa de voltar! Um pouco atrasado, de fato, e depois da crise do Blogeek, acho que poucos vão ler isso. Portanto, não vou ficar escrevendo muito (apesar que já estou enrolando demais), mas vale dizer que me emocionei com a história do Marcos [e lembrei da única coisa relacionada a games que ganhei de grátis, a galera do WiiB sabe o que é xD (tá, é um GBA SP)], li os outros comentários e basicamente concordo com a maioria.
    Mas o que me encorajou a vir cumprir a promessa foi mostrar esse incrível acessório que vi no Joystiq certa vez: o Sega Activator, que talvez alguns não conheçam! Portanto, aí vai um vídeo mostrando como funciona o dito cujo:

    PS: Esperando uma Power Glove Wii (apesar de não ter idéia de como ela poderia ser bem aplicada).

  11. 11 wolfganglevine 8 dezembro, 2007 às 1:09 am

    Pistolinha do NES comanda! XD

    Ia direto na casa de um colega meu que tinha um Dynavision só pra ver se ele rolava Hogan’s Alley e Duck Hunt. Mas o puto só queria saber de jogar Mario ¬¬’


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




dezembro 2007
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

%d blogueiros gostam disto: