Novas concorrentes para próxima geração de consoles?

capanovosconsoles02.jpgQuando a Microsoft entrou no mercado de games com o Xbox, ainda em 2002, eu tive a sensação que a indústria estava passando por uma modificação.

Hoje temos três empresas lutando pela liderança da atual geração, e assim está acontecendo desde o fim da era dos 16-bit, onde os dois protagonistas eram o Snes e o Mega Drive.

Mas com o avanço da tecnologia, algumas empresas cresceram muito e podem acabar surpreendendo a todos em uma futura feira de games, ao anunciar um novo console. Já parou para pensar nessa hipótese? Acha que é absurda? Então vamos ver alguns argumentos sobre três possíveis candidatas a disputar essa guerra, segundo os loucos “travados” com Coca-Cola do GoLuck.

Puzzle Quest podera se unir a Spore e SMonkeyBall no iPhone

Apple

A Apple é uma empresa que é “rival” da Microsoft há muito tempo. Sempre conhecida pela qualidade de seus produtos, e atualmente pela inovação em tecnologia e design, a empresa americana é uma das fortes candidatas a produzir um videogame de nova geração.

Por que lançar? – A empresa parece já estar envolvida com a Nintendo, e o seu smartphone iPhone já está pronto para receber vários jogos bacanas. Até Puzzle Quest estão querendo levar
Principais qualidades – A Apple é uma empresa que é muito experiente na área de hardware, além de ter projetos envolvidos com internet e distribuição digital, como o famoso iTunes.
Problemas à vista – Por ser rival da Microsoft, poderia ser difícil retirar da empresa do Tio Bill uma boa parte da fatia de bolo já conquistada nos EUA.
Diferencial –  A qualidade dos produtos da empresa e o visual caprichado podem ser os grandes atrativos para se vender um console da empresa. E acreditem, isso já é motivo o suficiente!

Esse não é nenhum futuro game do Google. Mas foi a unica coisa que achei pra ilustrar a materia…

Google

A maior empresa de comunicação do MUNDO tem todas as ferramentas para desenvolver um videogame. Bem, pelo menos dinheiro é o que não iria faltar. O Google é conhecido por sua incrível capacidade de criar ferramentas para web.

Por que lançar? – Uma empresa “multitrilhonaria” como a Google poderia tentar, mais uma vez, mostrar para a Microsoft como se faz para revolucionar algo que a empresa já criou (leia-se: Live).
Principais qualidades – No quesito “web” o Google é imbatível. Se soubesse se aproveitar desses recursos, um possível “Ggame” seria muito popular entre geeks, games e aqueles que curtem internet. Interação entre esses mundo seria uma sacada genial.
Problemas à vista – A empresa não é muito experiente na área de hardware, e isso é ruim. Ela teria que desembolsar uma bela barganha de dólares para adquirir alguma outra empresa mais qualificada.
Diferencial –  Internet e distribuição digital são as grandes tendências para o futuro dos games, e o Google domina muito bem ambos.

Esse ai eh um “videogame” da EA lancado com DOIS jogos! Uhuuu Espero mais do que isso…

Electronic Arts

A EA é uma das mais antigas empresas da indústria. De alguns anos para cá, ela não só comprou metade dos estúdios existentes, mas também emplacou boa parte dos jogos que estavam entre os mais vendidos.

Por que lançar? – Como é dona de várias softhouses, a EA se beneficiaria muito de poder ter suas famosas séries multiplataformas exclusivas, o que até poderia elevar a qualidade dos jogos.
Principais qualidades – Dona de praticamente todas as licenças de esportes e boa parte dos filmes, o possível console da EA seria ideal para o jogador que já é fãs atual desses games. Ter os games exclusivos não seria apenas bom para o console da EA, mas também desfalcaria muito os rivais.
Problemas à vista – Quando a EA quando fica responsável por hardware, sempre acaba dando alguma zica. Os recentes problemas com as baterias do RockBand é um exemplo disso. E sim, ela tem uma enorme parcela de culpa!
Diferencial –  Tirar dos outros consoles séries que vendiam mais de um milhão de cópias por ano (e algumas como Maidden, que chega aos 6 milhões) já é um grande diferencial, a EA só precisaria caprichar no hardware.

Anúncios

6 Responses to “Novas concorrentes para próxima geração de consoles?”


  1. 1 Marcos Diniz 14 março, 2008 às 9:30 am

    Sabia que eu nunca tinha pensado nisso?

    Mas vamos lá, por partes, igual ao estripador!

    Apple:

    Acho que a idéia seria muito boa, mas vejo uma questão crucial nessa futura entrada; o mercado asíatico!

    Produto ocidental (VGs) no mercado asiatico não vingou ainda. Mas o contrário sim! O que a apple pode fazer em relação a isso, sendo que o IPhone é a cara do consumismo americano? Eu não tenho outra idéia senão a de criar uma empresa própria com sede lá nos CHING MING para este fim. Mas daí a MARCA APPLE vai pro bebeléu.

    Essa é realmente pra pensar na cama.

    Caso esse console fosse lançado, não poderia ocorrer o problema deste ficar restrito somente em território Ianque? Até porque, não sei se estou falando besteira, quer dizer, estou falando Besteira! Mas na Europa os portáteis são; SONY e NINTENDO. Nos consoles, as três; MS. NINTENDO e MS. Uma quarta empresa aguentaria?

    Nossa Ianque! Cara Pálida…. UUUU! Da onde eu tirei isso?

    Goooooooooooooooooogle:

    Acho que em todos os casos, teríamos o problema do mercado asiático. Um pouco menos o google devido suas ferramentas. Mais daí cai naquele quesito que o Lucas disse; hardware. O Google poderia fazer? Bem, acho que ressucitar alguns mortos seria bem bacana. Por exemplo a aquisição da Playmore e ressucitar o finado NeoGeo, o que acha, heim, heim, heim, heiiiiim?

    Dinheiro eles tem só resta coragem.

    EA:

    Como eu Odeio de paixão a EA. Oro para que ela não faça essa defecagem. Pelo simples fato: As 3 red lights já existem e são patentiadas pela Microsoft. Uma cópia destas meu coração não aguentaria. Haja injeção de Adrenalina.

  2. 2 Camilo 14 março, 2008 às 3:31 pm

    Ótimo artigo Lucas. Os pontos que vc levantou são muito interessantes de se analisar. Agora, um chute meu: se fosse apostar em uma nova empresa entrando no mercado, com certeza seria no Google, mas com uma parceria com alguma empresa com know-how do mercado de games. A própria EA poderia ajudar, e com certeza se eles conseguissem fazer um serviço melhor que a Live da MS iam arrematar o mercado ocidental.

  3. 3 Lucas Patricio 14 março, 2008 às 3:42 pm

    Verdade Camilo, já pensou se a EA e a Google se unem para criar um console? haha aí a coisa ia ser “feia” pra concorrência.:D

  4. 4 Pablo Raphael 14 março, 2008 às 4:07 pm

    nao acho q vá acontecer…

    exceto pelo Iphone, nao consigo ver nenhuma dessas 3 disputando mercado de hardware de videogame…

  5. 5 Wagner - The Old_revenanT 14 março, 2008 às 7:48 pm

    Ótimo post!
    É uma proposta bem interessante para discussão, até tive uma idéia para ser discutida com a cúpula editorial do Goluck hauahauhaua

    Os pontos apresentados são muito interessantes, dos citados eu apostaria na Apple, afinal nem seria necessária uma máquina tão potente para ter altos índices de vendas (vide os produtos da maçã)…

  6. 6 msk8 22 outubro, 2009 às 11:51 am

    Talvez fosse tbm bom pensar em ressucitar dos consoles mortos a sega, talvez um dreamcast 2 !!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




março 2008
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

%d blogueiros gostam disto: