[+Leitor] O fim das revistas impressas?

Assim como o Continue andou recebendo textos de leitores contribuintes, o GoLuck abre espaço para você, leitor, expor sua opinião. Essa nova sessão vai se chamar +Leitor, e para participar basta mandar um email para goluckast@gmail.com.

O amigo Jonatas Bueno  nos enviou um texto interessante expressando a opinião dele sobre um assunto bacana: revistas de games. Vamos dar uma lida juntos?
—————————————————————————–

por Jonatas Bueno

O fim das revistas impressas…

Talvez eu comece uma polêmica. Este não é meu objetivo. Meu objetivo é fazer você, leitor do GoLuck e, provavelmente, leitor de outros canais de informação, compreender um pouco mais da nossa industria jornalística. 

Não vai ser uma visão de quem está dentro. E sim uma visão de alguém que está em um helicóptero, analisando a situação numa visão diferente. Uma visão de alguém que tentou entrar nesta indústria (prematuro sim, mas tentei entrar) e teve uma pequena visão…

Estava sonhando um dia desses com minha querida EGM Brasil. Todos que me conhecem sabem que morro de amores por esta revista. Acompanho ela desde seus especiais de férias (quem se lembra daquela delícia??) e leio até hoje. Que nem falo para um amigo meu: “um dia estarei lá”. Não tenho mais muita certeza disto.

Não estou falando que a EGM vai acabar. Mas sim as revistas em papel. As revistas em forma palpável e consumível. Esta sim vai acabar. Acabará nossos momentos onde ficamos um tempo mais no banheiro para terminar de ler aquela matéria; acabará o dia em que vamos a banca para apreciar as centenas de capas, uma mais reluzente que a outra…

Sim. Desculpe ter que te mostrar esta realidade, mas as revistas estão morrendo! E isso é culpa nossa…

O sucesso da internet…

É certo que agora o mundo é diferente. Agora temos a necessidade de receber informações 24 horas por dia. Temos necessidade de entrar em um mesmo site várias vezes ao dia para conferir um novo conteúdo. Vejamos o sucesso dos blogs. Não tem como uma revista mensal, como a EGM ou a GameMaster, competir com blogs com conteúdo novo. Que nem eu li esses dias: post e pão tem que ser quentinho. Não há como comparar uma opinião de um mês atrás com a de hoje.

Mas o que isso tem a ver com o fim das revistas, Jonatas? Elas estão no mercado há tanto tempo!

É por isso mesmo. O público cansa. Começa a procurar novos ares. Começa a ver com outros olhares. O que você irá escolher: pagar DEZ contos numa revista ou acessar um site e em um minuto, ficar por dentro das notícias? Preciso responder?

…é o assassino das revistas.

Talvez eu esteja melodramático. Talvez eu esteja um pouco EMO. Mas talvez seja verdade. Quem sabe neste exato momento, uma pessoa esta deixando de comprar uma revista para acessar um site? Quem sabe daqui um tempo teremos nossos PSPs baixando a nova versão da EGM? Daqui um tempo poderemos em segundos, fazer o download da nova matéria da Dicas & Truques em PDF. E isso não é um futuro muito distante. Já é realidade…

O Funeral acabou.

A indústria já está reagindo. Em breve, iremos fazer o download dos nossos jogos, a lá Steam ou Sam&Max, e finalmente irá acabar as caixinhas dos jogos. Em breve, iremos assistir nossos seriados prediletos a qualquer momento. O mundo está mudando. As revistas estão virando blogs, os blogs estão virando sites, e quando notarmos, o funeral vai estar no fim. Então, só teremos lembranças…

—————————————————————————–

Palavra do Editor: Isso aqui ta parecendo EGM Zine, hehe. Olha, eu publiquei o texto do Jonatas, mas tenho que confessar que discordo de boa parte dos argumentos que ele colocou em discussão.

É obvio que as revistas nunca vão conseguir competir com a internet. O rádio não compete com a TV, e quando ela foi lançada, todos anunciaram que era o fim da era radiofônica. Já se passaram cinqüenta anos e não é bem isso que aconteceu.

Acho que uma revista, não apenas de games, tem que se destacar por sua personalidade. Hoje em dia você compra a revista X ou Y porque gosta da maneira que ela fala sobre assuntos ou sobre matérias que ela faz.

A internet ainda é uma mídia extremamente forte quando se trata de notícias de última hora, mas é nas revistas que você pode deliciar matérias trabalhadas e elaboradas. Podem até dizer que existe isso em sites, mas ainda é exceção e não regra. E convenhamos: leituras muito longas na internet não são muito legais.

Como disse para o GUS do Audiogame, em uma conversa há algum tempo, acho que ainda é muito cedo para julgar se as revistas vão acabar. Alias eu estou me convencendo do contrario: nunca existiram tantas revistas de games no nosso mercado. Mudanças devem acontecer, mas duvido que acabe tão cedo.

E Jonatas: não desista. Escrever em uma revista de games é um sonho que realizei graças aos frutos do meu esforço. Querer é poder.

Anúncios

13 comentários sobre “[+Leitor] O fim das revistas impressas?

  1. Timóteo

    Na boa, eu espero que tal futuro nunca chegue a se concretizar.

    A internet é uma ferramenta poderosa, mas além da leitura numa tela ser cansativa e tediosa, o trabalho empregado numa revista é muito superior ao da internet. Revistas em PDF não chegam nem perto de uma impressa.

    O mesmo vale para o futuro dos games, embora a banda larga esteja se tornando uma boa alternativa para o acesso aos jogos, um download de 50gb não se compara ao belíssimo trabalho para ilustrar a capa do blue-ray.

    Vendo o que eu escrevi eu acho que eu estou me tornando designer até na hora de pensar =p

    A Arte no papel continua, o Rádio continua… medias novas podem vir, mas devem ser usadas com inteligências.

    Se revistas, capas de cd, livros, sumirem do mapa e forem pra dentro da internet. O mundo vai ser bem chato XD

  2. Jonatas Bueno

    Opa!
    Primeiro:
    Agradeço ao Lucas e ao GoLuck por abrirem espaço! Foi muito legal da sua parte!!

    Segundo:
    Apesar do bom exemplo do rádio, tem como eu cair com sua teoria; rádio a 50 anos atrás era a internet de hoje. O rádio conseguiu sobreviver sim, se adaptando a internet, aos cd players do carro, etc
    Mas nenhuma família mais se reune em volta de um rádio para escutar um programa.

    Eu acho que isso irá acontecer com minhas revistas. Elas podem sobreviver, começar a se adaptar aos outros meios, mas não terá mais o mesmo significado!!

    Abraços!

  3. pedrovader

    Muito legal o texto! Assim como a Jonatas, também sonho em algum dia trabalhar na EGM =D
    Concordo com ele que as revistas podem sim acabar tendo um fim, mas por um motivo diferente que ficará estranho se eu colocar aqui. Irei fazer um post hoje no meu blog falando minha opnião sobre um assunto.
    Mais um vez, parabéns pelo texto!

  4. Conheci o Sr. Luck no GAMER.BR em uma discussão (Saudável)por causa desse tema. E eu consegui enxergar algumas coisas.

    Quando o assunto foi abordado com o Lucas, eu tinha um opinão diferente na época, acreditava que as revistas eletrônicas poderiam substituir as de papel. Hoje penso diferente. Vejo que existe um público para elas ainda e que a idéia de poder colecionar tocar e carregar ainda está ainda ai, não só nas revistas, mas também nos jogos. Alguém lembra do post do Sr. Wagner sobre a distribuição de jogos vai STEAM?

    A revista também é assim, nada melhor que ter algo em mãos para pode consultar a qualquer momento.

    Olha, só acredito que as revistas tipo; EGM, XBOX360, GAMEMASTER entre outras irão decretar seu fim quando os GRANDES jornais e revistas de cotidiano encerrarem suas publicações. Vai ser algo em cadeia e aos poucos.

    Enquanto isso que tal comprarmos a nova EGM de maio, heim? Alias acho que ela não deve estar nas bancas, ou está?

    Valeu Jonatas pelo texto. Cara não desiste do seu sonho nunca, tenho certeza que vai rolar sim!

    P.S.:Ai Sr. Luck tá me devendo um café, fiz seu Jabá!!! Ehehe!

  5. Esse assunto é sempre polêmico (ótimo texto Jonatas), mesmo com a velocidade da Internet ainda acredito que teremos espaço para as revistas (mesmo que reduzido), digo isso pois mesmo acessando a Internet diariamente e na maior parte do tempo lendo sobre games e afins ainda me surpreendo com alguns previews que leio nas revistas, fora as matérias “de opinião” que tem a cara de seus redatores. É claro que o mercado não é mais tão importante como ultimamene, hoje nós não precisamos das revistas para ficar sabendo a respeito da produção de um jogo esperado, por exemplo, já que a Internet se encarrega de todo o Hype necessário.

    Mas é interessante lembrar que no início as revistas eram diferentes do que temos hoje, não haviam as “reportagens” sobre games, já que o pessoal que escrevia era essencialmente um jogador e não um jornalista. A maioria dos editores/redatores/colaboradores das revistas de games presentes em nossas bancas possuem seus blogs e sites pessoais, ainda assim podemos conferir material inédito nas revistas que eles ajudam a escrever. Acho que o fim não está próximo, mas a renovação deve ser constante.

  6. Jonatas Bueno

    A de Abril eu não gostei muito…
    Apesar de ser a de aniversário!!
    mas quem bom que a galera irá continuar apoiando as revistas até o fim!!

  7. Jonatas Bueno

    huauheae
    Esqueci em que blog tava falando!!
    hueahuea
    A sua matéria (com quem mesmo?) ficou bem legal, só de ter entrevistado o fabão, foi muiito lokoo!!!
    parabéns!!
    mas faz um tempo que eu ando vejo muito conteúdo gringo na EGM Brasil…
    ;D

  8. Jonatas: Conteudo gringo é inevitável, mas eu acho que ja teve muito mais do que atualmente. Eu acho que na ROX tem bem mais conteudo gringo, principalmente em algumas analises. É muito dificil conseguir fazer uma revista de games no Brasil, ainda mais se vc pensar que a revista é feita um mes antes de ir pras bancas 😛

    Mas a matéria foi escrita por mim e pelo mestre Prandoni 🙂

  9. Essa é facil: O que é mais fácil ler: Uma página web com conteúdo de 2001 ou uma revista do mesmo período?

    A internet traz as novidades mais rápido sim, mas chega quase a ignorar o passado. Em 2099 você vai ler a EGM que saiu esse mês, mas será que você conseguirá ler uma notícia que foi postada hoje no GoLuck?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s