Essa é pro Fabão: Gamers #39

por Lucas Patricio

Agora que o Fabão assinou o feed do GoLuck, eu me sinto na obrigação de escrever um post pensando nesse cara que é o passado, o presente e o futuro do jornalismo de games. Não é babação de ovo nenhuma quem me conhece sabe da minha admiração por ele e por outras figuras lendárias do jornalismo de games.

Como o próprio Fabão disse, o Mega Man e o NES (não esquecer este último) são mais velhos do que eu. É verdade. Minha geração é mais nova. Acho que se tivesse que dar um nome para minha geração, daria de “Geração Gamers”. Já deu pra entender o porquê, não é mesmo?

A edição #39 da Gamers é histórica para mim. Eu aprendi sobre videogame comprando e devorando revistas de videogames. Aprendi o que era RPG com a Gamers, e jogos que eu conheci por meio dela, hoje são grandes clássicos na minha jovem vida gamer.

Nesta edição tinha tanto assunto bom, que o logo quase ficou de fora da capa! Tinha a primeira parte do detonado de FFVIII, review do remake de FFVI de Psone, análise de KoF’98, Power Stone e Marvel VS Capcom e ainda Mario Party, The House of Dead 2, Um Jammer e Blue Stinger!

Como pode tantos clássicos juntos em uma só edição? Isso sem falar na cobertura da PRIMEIRA Tokyo Game Show! Desculpem a qualidade das fotos, mas é que minha webcam está no bico do urubu. Prometo fazer uns scans em breve.

Alguém ai lembra de alguma matéria da Gamers que marcou a vida de vocês? A minha escolhida é o preview de Grandia.

Anúncios

20 comentários sobre “Essa é pro Fabão: Gamers #39

  1. Nossa, dentre zilhões de textos marcantes pra mim os mais representativos são:

    – Review do Soul Calibur
    – Review do Ocarina of Time
    – Preview do Sonic Adventure
    – Preview do Metal Gear Solid
    – Milhares de listas de golpes e combos de jogos de luta (em especial o Marvel vs. Capcom

  2. Uma coisa que era legal na época, em quase todas as revistas, é que elas tinham artes originais para a capa. Hoje, com a PR Machine rodando a mil e as facilidades de se conseguir uma arte oficial em ultra-giga-fucking-hi-res fazem com que as capas tenham pouca originalidade.
    Particularmente, da era da Gamers, eu gosto das seguintes capas:
    – Tekken 3 (edição 29)
    – Parasite Eve (edição 30)
    – Final Fantasy VIII (edição 37, acho)
    – Sonic Adventure (edição 38, acho)
    Tinha umas muito bos da SGP também. Alguém se lembra da época? ^_^

  3. Camilo Garcia Bogadp

    Gamers… Dá pra falar por horas a fio sobre a revista. A primeira que comprei foi a 27 (acho eu), que tinha reviews de jogos de luta, com KoF 97, Vampire Savior e mais coisas que não lembro. O que mais chamava a atenção na revista era o esmero no texto, com certeza a parte principal da revista. Achei estranho no começo, uma revista de games com imagens pequenas e blocos maciços de texto esmiuçando vários detalhes dos jogos. Foi a primeira vez que percebi que jogos podiam ser muito mais profundos do que eu imaginara até então. Também é culpa da Gamers eu ter despertado em mim uma paixão doentia pelo Grandia, que eu fechei em japonês mesmo, no meu Saturn. Bons tempos, muito bons mesmo.

    Ah, e sempre vale lembrar dos reviews do Soul Calibur e do Zelda Ocarina of Time. Esses dois marcaram época, e com certeza uso eles como referência quando começo a ler reviews até hoje.

  4. Bem lembrado Fabão. Eu tenho um wallpaper das capas da SGP de Syphon Filter e Kof’99. E as artes da Ação Games também eram muito legais!
    Gostaria muito se as capas das revistas da Europa fossem todas feitas pelo Makotron!

  5. Capas originais realmente é uma coisa que eu sinto falta hoje em dia. Essa capa do FFVIII é DEMAIS! Eu tenho essa gamer aqui tb, se nao me engano. Puts, sensacional!

    Lembra das capas da Pro Dicas? Com o mago todo mês vestido de um personagem diferente. A do Sub-Zero era muuuito massa! Tinha da Lara também…hahah Puxa, nostalgia total.

    Uma capa da Gamers que eu acho que vc deve lembrar, Fabão, é uma quase toda rosa. Vc lembra de qual jogo era? Uma dica: a protagonista se chama Regina 😀 Easy ^^

    Mas nem todas as capas originais ficavam sensacionais, mas hoje em dia são até engraçadas de ver, tpw aquele do Soul Reaver que tentaram dar a impressão que ele tava saindo de um portão acho, auhauah. As limitações tecnicas sempre eram adubo pra criatividade.

  6. @Fabão: Acertou quase tudo XD A edição rosa de Dino Crisis na capa é a numero 42 e tinha realmente KOF’99 no box! (que memoria XD). XD

    Na faixa superior tinha KK64, RE3 e Chrono Cross!!! E lembro que comprei essa SÓ para lera estrategia de FFVIII. E detalhe: eu nem tinha o jogo na época XD

  7. Aquela capa que trazia um dossiê do PS2, preview de Tekken Tag Tournament e “Zelda Gaiden” também me marcou muito. Aliás, os dossiês que distrinchavam os hardwares são referência até hoje!

  8. Também tenho essa aí. Vixe, nessa época eu chegava a comprar as três revistas — Gamers, SGP e Ação Games — só pra comparar os reviews e notas. Coisa de noiado, mesmo. 😀

    Coisas da Gamers que eu sempre quis ler, mas nunca consegui:
    – Review do Nights (Saturn)
    – Review do Super Mario 64
    – Lançamento do N64

    E estava lendo o review do Soul Calibur ainda nesse domingo. Confesso que, até hoje, não tinha lido uma boa parte dele ainda.

    E sempre quis ler também um review de verdade do Shenmue, pois se eu não me engano o que saiu na Gamers (na época, já semanal :P) foi uma mera tradução do review da IGN.com. Por favor, Fabão, confirme se essa minha tese é verdadeira. E, se for, sugiro que você faça um review “retrô” desse clássico que só estou tendo a oportunidade de jogar agora. 🙂

  9. @Budrush
    Teoria confirmada. Era algo lastimável. Que frustração era trabalhar contra a corrente imposta pela supremacia hierárquica. No entanto, embora 90% do conteúdo tivesse se tornado adubo nessa fase, a gente não desanimava e tentava fazer uma coisa ou outra decente ainda, na medida do possível. ^_^
    Olha, um retroview de Shenmue é uma proposta tentadora. Mas, se rolar, vai ter que esperar pelo megareview de MGS4 que pretendo fazer sem pressa. 😛

  10. OMG!
    Eu tenho essa revista da Gamers…. a do Dino Crisis que mencionaram também!
    Para mim, era a melhor revista de games que já li aqui. Falaram que a Videogame era de ótimo nível, mas nunca li essa.
    Era justamente pela porrada de textos e informações que me chamavam a atenção. As coberturas das feiras eram na medida: com muita informação e buscando falar de todas as softhouses. Isso sem falar no detonados, que dão de 10 de qualquer outra revista. Eu tenho a Ed 45 (acho) do detonado de RE Nemesis e logo após comprei o Especial RE 1 e 2. Você entendia o enredo lendo. Para mim parecia uma HQ ^^.
    Também comprei edições do detonado de FF VIII, mesmo nunca ter jogado. Aliás a minha primeira revista foi uma Gamers: que tem Rockman 8 detonado e avaliação de FF VII. O primeiro 10 que eles deram em gráficos (junto com Virtua Fighter 3 na mesma edição). Tenho a Ed. do último review (acredito) de um jogo do Snes na Gamers: Rockman e Forte.
    Curti o preview/review de SC II. Alguém lembra da sessão “Noiado”? Dava risadas lendo

    Ufa! Isso só o que lembrei de cara. Tem muita coisa que falaram aqui que eu iria repetir…

    Deu até vontade de ler tudo novamante ^^

  11. junior

    e ai pessoal dei uma passada por aqui e li sobre o assunto da gamers a melhor revista de gamers que eu ja li me recordo bastante da n 9 sobre resident evil 1 caras que boas epocas da saudade ne tive todas desde da n1 ate acabar um abraco parabens a todos os redatores da revista valeu.

  12. marcellopaz

    Sensacional! Eu virei fã de RPG, mais precisamente FINAL FANTASY VII graças a Gamers e ao Fabão, mito, alias hj nao existem mais RPGs como antigamente, apenas jogos de Tiros e RPGs Action!

    A Gamers que mais me marcou foi a que tinha o preview tão esperado do Resident Evil 2! Jogo que na epoca comprei original por R$100 (alias bons tempos de preço)!
    Eu tenho mts Gamers, tenho 4 Gamers BOOK, FF7, Xenogears, Zelda, e a Gamestation de F8!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s