[Bomba] Ubisoft inaugura estúdio no Brasil

por Lucas Patricio

A softhouse francesa Ubisoft estreiou um novo estúdio aqui no Brasil. Para ser mais preciso, na região dos Jardins, no coração cidade de São Paulo.

Não precisa dar muitas coordenadas sobre a empresa que já figura ha anos na industria dos games para entender que a volta dela para o Brasil é um grande passo para nosso, ainda timido, mercado de desenvolvimento.

O Théo Azevedo do UOL Jogos postou uma mega matéria contando todos os detalhes. O executivo Bertrand Chavero cedeu uma entrevista para o site contando os planos da empresa no país tupiniquim. Vale a pena conferir.

Entre o que foi dito na matéria, gostaria de fazer apenas uma citação, e deixar o resto do assunto para que você comentem:

O estúdio da Ubisoft São Paulo começa a funcionar neste mês de julho e vai dedicar-se, em um primeiro momento, ao desenvolvimento de jogos para Nintendo DS voltados às meninas entre 8 e 14 anos (o chamado público “tween”, mistura dos termos “teen” e “between”).

A princípio serão 50 funcionários, entre brasileiros e estrangeiros, número que, estima-se, deve chegar a 200 pessoas em três ou quatro anos. Até lá a idéia é que a Ubisoft Brasil, além de produzir conteúdo para games de outros escritórios da companhia, seja capaz de desenvolver jogos para Wii, PlayStation 3 e Xbox 360.

fonte: UOL Jogos

Após ler os textos, e gostaria de saber sua opinião sobre o assunto e questionar: será que a volta da empresa francesa para o mercado nacional vai fazer o “trem” andar de vez?

Anúncios

17 comentários sobre “[Bomba] Ubisoft inaugura estúdio no Brasil

  1. Camilo Garcia Bogadp

    Ótima oportunidade pros programadores brasileiros! Espero q a iniciativa dê certo, daí quem sabe outras empresas vêm pra cá tb?

  2. Sem querer ser do contra, mas não acho que isso vá alavancar algo. Nós ainda temos muito problemas tributários no Brasil.

    Para que houvesse algo grande ou pelo menos um crescimento substancial, nossa carga tributária deveria abaixar e muito.

    Mas a gente sempre fica na torcida né!! \o/

  3. Demetrio Dias

    Puts! Fantastica essa noticia! Tenho pensado muito em largar um pouco da area de desenvolvimento de software empresarial, pra dedicar um tempo pra estudar esse lance de jogos, eh um sonho trabalhar nessa area! Pode ser que isso nao mude a situacao logo de cara, mas eh um fiozinho de esperanca pra galera que tah pensando em comecar! Blog maneiro! Parabens!

  4. Eu acho que a chegada da Ubisoft é uma aneira de incentivar a entrada de outras. Em curto prazo o mercado pode não perceber as mudanças, mas os desenvolvedores podem encontrar ai uma boa maneira de crescer na profissão no país. 🙂

  5. KillDream

    Acho que todo mundo fica na torcida para que tudo dê certo e que outras empresas tomem esta mesma iniciativa de se instalar aqui. Infelizmente eu não posso nem pensar em um emprego na UbiSoft por enquanto porque não sei quase nada de C/C++ e não moro em Sampa TT_TT. De qualquer modo é uma boa iniciativa.

    O Governo também podia dar uma ajudinha e abaixar um pouquinho os impostos, que são mais de 50% sobre produtos eletrônicos (depois reclamam porque a maioria das pessoas compram produtos eletrônicos piratas).

  6. Lucas, não fica chateado comigo… Mas corrige o “sitação” por “citação”… Sei que saiu sem querer, por isso que estou avisando hehehe
    😀

    Agora o estranho é que eu recebi essa notícia de um site americano de desenvolvedores de jogos e nela a entrevistada foi a “cabeça” do estúdio Christine Burgess-Quémard… E o que me chamou a atenção foi a diferença do número de vagas, ela disse 20 pessoas e o cara disse 50… Achei muito estranho…

    @Camilo… Infelizmente não há previsão para contratação de desenvolvedores… Pelo menos as vagas citadas na matéria dizem respeito apenas à artistas 2 e 3D…

    Outro detalhe é que os jogos não serão desenvolvidos para o Brasil… 100% exportação hehehe Então esqueçam por enquanto um título genuinamente brazuca…
    😦

    Mas vamos ser otimistas! Afinal têm de começar por algum lugar!!!

  7. @Bruno: Imagina, cara! Valeui pelo toque! Que “cituação” a minha heim? XD hahah Acontece…^^

    “Outro detalhe é que os jogos não serão desenvolvidos para o Brasil… 100% exportação hehehe Então esqueçam por enquanto um título genuinamente brazuca…”

    Isso é um problema que me preocupa de verdade =\

  8. Amigo Luck sempre fomos sugados de uma certa forma!

    Desde os tempos de cabral onde nossos amigos Lusitanos exploraram e surrupiaram nossas riquezas naturais. Até hoje onde nossas florestas são observadas com olhos de cobiça por estrangeiros sem escrúpulos, que somente visam seu bem estar.

    Neste momento não seria diferente, certo? Porque não nossas mentes e criatividade?

    Cuidado Sr. Luck, este BLOG pode estar na mira de uma grande corporação.

    Isso poderia mudar a teoria de alguns que acham que os “blogs” não tem credibilidade.

  9. Filippe Barreto

    Eu vejo este como um momento histórico para o mercado de entretenimento interativo em nosso país.

    Mostra que a empresa reconhece o valor e potencial que temos, ajuda a sinalizar para o governo a importância do setor e como já foi dito irá atrair outras empresas. Não vejo problema com o foco exportador, somos o pólo da América do Sul, apesar do Real estar valorizado o país tem esta vocação, qualquer nação importante também é exportadora, isso trará o know-how que precisamos, teremos a oportunidade de mostrar a qualidade criativa de nossos profissionais, vide o estúdio de Montreal que maravilhou o mundo com Prince of Persia e Splinter Cell, podemos fazer o mesmo e quem sabe até melhor.

    A economia do país está melhorando a cada dia, a consequência disso é no futuro os impostos baixarem e tendo criação nacional facilita em muito o governo a rever suas medidas protecionistas, não terão desculpa em atravancar um meio cultural tão importante e ascendente no mundo todo.

    Longe de estar pessimista, estou emocionado pois sonho em trabalhar nesta área e vejo realmente este anúncio como bombástico como bem o definiu o autor da postagem.

    Lucas, eu moro em Santos, gostaria de saber se existe uma possibilidade, mesmo que pequena de termos um curso voltado exclusivamente para entretenimento interativo na UniSanta – sei do curso de multimeios provido pela universidade, mas é muito pouco para o potencial de nossa região. A Fatec também deveria começar a se mexer neste aspecto e com a Ubi estando disposta a colaborar com as entidades de ensino, esta pode ser uma ótima oportunidade.

    Abraço.

  10. Felippe: Mais m amigo caiçara aqui no GoLuckm hehe, seja bem vindo.
    Sobre o curso, bem, existe um curso só que não é de nivel universitario. É na KR Control, uma escola com vários cursos de desenvolvimento para celular, 3D etc.

    É uma saida na Baixada para quem quer começar…

  11. Filippe Barreto

    Valeu Lucas, pelas boas vindas e principalmente pela indicação da escola que eu desconhecia, só sabia da Tecnoponta que oferecia alguma coisa na área.

    Já achei o site e entrarei em contato com eles, é ótimo para começar…

    Muito obrigado mesmo!

    Abraço.

  12. Tiago Cabral

    O Brasil é o Vale do Silício do futuro, se contarmos que o Brasileiro é ultra criativo, a economia está indo bem e o governo logo mais pode começar a diminuir impostos, temos ai um futuro promissor nesse campo. Logo mais a Konami (que já estava sondando o pais) pode também abrir um estúdio por aqui, mas seria demais ver a Rockstar numa voltinha pela Paulista…hehe..sonhar nunca é demais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s