Halloween | neewollaH

Por Jason Richard Alexander Fontes

Vamos tomar um café?

Jason Richard Alexander Fontes, é empresário do ramo alimentício a mais de 45 anos.

Anúncios

Análise: FIFA 09

por Lucas Patricio

Ps. Eis o texto que bateu os recordes de audiência no MSN Jogos, ganhou capa na home do portal MSN e foi motivo para mais de 400 comentários me xingando. Bom proveito.

Bola na rede é gol, e quem acaba de marcar um golaço de placa é FIFA 09, que entra em campo com uma atualização que finalmente se mostra superior ao adversário Pro Evolution Soccer.

FIFA 09 é melhor que PES. Isso é fato. Pode ser difícil de admitir – e alguns tietes podem até reclamar – mas não há mais como esconder o contraste de qualidade entre essas séries. Quem é fã de PES, vai dizer que prefere jogar sua série à FIFA. Mas se deixarmos as questão de gosto de lado, é impossível não admitir que FIFA finalmente chegou ao topo da cadeia alimentar.

Com dezenas de melhorias na jogabilidade, esta edição de FIFA é marcada pela fluidez dos movimentos dos jogadores e da resposta melhorada aos comandos – algo muito criticado em FIFA 08.

Dentro de campo tudo é mais fácil e agradável. O passe de bola é simples e funcional. A movimentação e física da bola e dos jogadores receberam melhorias que diminuem muito a aleatoriedade de algumas jogadas, como esbarrões desproporcionais.

Fora dos gramados, a grande novidade é o Adidas Live Season, um sistema que atualiza automaticamente os plantéis das principais ligas do mundo de acordo com o desempenho real dos jogadores. Tudo bem que isso é um serviço pago a parte, mas mesmo assim, é uma inovação extraordinária. Se Ronaldinho voltar a jogar bem na rodada do fim de semana do campeonato Italiano, você verá os atributos dele melhorarem no jogo.

O modo Be a Pro foi aprimorado, e agora é possível jogar com um jogador apenas durante uma temporada inteira, ganhando pontos e notas pelo seu desempenho dentro de campo.
O modo online está ainda mais completo, e partidas de dez contra dez são realmente funcionais, sem os temidos lags, que ocorrem com freqüência no jogo concorrente, mesmo que em partidas entre apenas dois jogadores.

Os visuais estão muito bem feitos, mas não mudaram muito em relação à edição do ano passado. A modelagem dos jogadores ainda está bem artificial, e alguns parecem feitos de plástico. Nesse quesito, PES ainda dá de goleada.

Mas no final da partida, FIFA 09 se mostrou completo, robusto e divertido. Os pequenos defeitos e a complexidade dos menus podem ser superados após alguns minutos de jogo, e serão recompensados pela ótima jogabilidade, trilha sonora e variedade quase infinita de clubes e modos de jogo.

Nos portáteis

No Nintendo DS, FIFA 09 ganha praticamente por W.O., já que PES simplesmente inexiste no portátil, tamanha a falta de competência da série. FIFA 08 já havia adicionado uma taxa de frames muito decente e visuais bacanas, e essa versão simplesmente atualizou alguns detalhes.

É difícil se esperar mais do hardware do DS, que está claramente em seu limite em FIFA 09. Talvez alguns mini-games ou modos mais simples dessem um tom de novidade, que foi o que realmente faltou para tornar essa atualização recomendável.

Já no PSP, FIFA ainda precisa aprender muito. Mesmo com visuais bonitos e vários modos de jogo, a jogabilidade ainda está estranha, com personagens com uma movimentação completamente irreal, parecendo que são feitos com três frames de animação.

A vitória da série já foi declarada nos consoles e no PC, ano que vem o objetivo da EA será manter a primeira colocação nesse disputado campeonato virtual que vale milhões de dólares reais.

Um pouco + de hype: Mk vs DC Universe

por Wagner Araújo

O dia 16 de novembro se aproxima, será depois dessa data que poderei enfim socar os kombatentes usando o Superman (ou Superome, como alguns pesquisam no Google) e para manter o controverso jogo ainda no hype mais um vídeo foi divulgado, dessa vez contando (a incrível!) história do jogo.

O plot principal, como já havia sido divulgado, vai mostrar os universos de Mortal Kombat (Outworld) e da DC (a Terra mesmo) se fundindo, tal fusão poderá causar a destruição de ambos e para tentar resolver nada melhor do que cair na porrada (num combate mortal!).

O vídeo aproveita para mostrar a reação dos personagens envolvidos e também algumas rápidas cenas de gameplay, confesso que esse jogo causou uma reação estranha em mim: inicialmente de total repulsa, lembro de ter rido quando terminei de ler a primeira informação sobre o jogo, porém com o passar do tempo e com as primeiras imagens divulgas fui me deixando envolver pelo jogo e agora me pego ansioso por ele.

À medida que os novos personagens eram confirmados (adorei o Lanterna Verde!) fui percebendo que o jogo será capaz de cumprir sua proposta: diversão pura e simples (oras!). O jeito é desligar o cérebro e ligar o console!

Dicas para enfrentar o Apocalipse (não aquele dos X-Men, o outro…)

por Wagner Araújo

Eu já venho afirmando há muito tempo e repito mais uma vez: um belo dia você acordará (isso mesmo, você!) e sua bela cidade estará tomada por zumbis ensandecidos e sedentos por carne humana! É inevitável, uma mera questão de tempo, por isso eu recomendo que todos estejam preparados…

Uma boa forma de aprender como sobreviver (ou pelo menos não morrer tão rápido) no iminente apocalipse de zumbis é assistindo ao filme Madrugada dos Mortos (Dawn of the Dead), tal película retrata de forma muito fiel as reações e desafios que poderemos ter que enfrentar durante o cenário que descrevi. Outra forma de aprender se diverttindo é assistindo ao filme Todo Mundo Quase Morto (Shaun of the Dead), o título usado no Brasil é bem idiota, mas esconde um filme criativo e divertido que consegue retratar as agruras de se tentar sobreviver ao fim da sociedade como a conhecemos (ou não).

Talvez você leitor (é você mesmo!) considere-se experiente o suficiente e julgue tais filmes desnecessários, afinal você já sobreviveu aos tormentos de Raccoon City por diversas vezes e talvez tenha até se arriscado no shopping mais letal de todos os tempos na pele do bisbilhoteiro (e criativo!) jornalista Frank West, no entanto pense bem, como você pretende sobreviver no mundo real sem o armamento e técnicas dos S.T.A.R.S ou o suco de laranja “curador” do shopping de Willamette.

Ah, mas você já foi além, memorizou todos os passos de Thriller e sabe que basta atirar na cabeça para parar qualquer zumbi desavisado, já traçou planos de fuga e listou todos os supermercados e shoppings próximos que possam abrigá-lo durante o apocalipse e se no fim nada disso der certo ainda resta o estoque de hambúrguer em lata que você (como ser humano consciente que é!) já vem estocando há meses…

Para ajudar ainda mais na sobrevivência da raça humana (ou pelo menos dos mais preparados, pois num apocalipse de zumbis é cada um por si!) a Treyarch vai incluir um modo especial para quem finalizar a campanha em Call of Duty: World at War, esse modo vai disponibilizar um coop para até 4 jogadores onde o objetivo é sobreviver a ondas e mais ondas de zumbis nazistas ensandecidos e sedentos por carne humana (isso ai, do mesmo tipo do primeiro parágrafo!).

Estejam preparados, nem Liberty City resistiu, o futuro da raça humana pode estar em suas mãos (ou não)…

GoLuckast #37

por Equipe GoLuck

Enfim saiu, depois de várias horas editando uma das edições com mais cortes de todos os tempos! Quem sabe um dia a versão Uncutted desse GoLuckast não vai ao ar, enquanto isso não acontece fiquem com o trigésimo sétimo GoLuckast que ocorreu poucas horas antes do X360 do Lucas apresentar as 3RL.

Nessa edição o (até então feliz) Lucas Patrício recebe Wagner Araújo, Camilo Garcia e Eduardo Argañaraz no QG do GoLuck para discutir o “Que rolou no GoLuck”, as “Rapidinhas do GoLuck” e “Chacoalham o Balhão” com a polêmica da semana!

Não deixem de comentar após ouvir e aproveitem para descobrir como ganhar uma camisa exclusiva do game Spore, cortesia da EA e do blog Hadouken.

GoLuckast #37

Duração: 55 min
Tamanho: 25 MB
Formato: MP3
Pérola? Cunhões, Aditivar, Abrir a boca duas vezes… (ufa!)
Link para o GloZário (atualizado!): aqui

Baixar não é mais crime. Ou quase

por Lucas Patricio

Quem diria que a burrice de algumas pessoas com poder no Brasil um dia iria tarzer uma notícia que te deixasse tranqüilo? O site Gizmodo Brasil divulgou que José Carlos Costa Netto, presidente da ABDA (Associação Brasileira de Direito Autoral), disse que somente quem ganha dinheiro com pirataria deve ser punido. Ou seja, todas as pessoas que baixam arquivos não são, legalmente, culpadas.

Mas tenha calma: baixar coisas por Torrent ainda é crime. Só que você só não vai ser preso nem tomar bofetadas do capitão Nascimento caso o Miyamoto entre na sua casa quando você estiver queimando o último jogo do Mario que você acabou de baixar.

Não sei bem o que pensar sobre isso. É positivo alguém ter finalmente pensado que não adianta combater o usuário final – ele precisa de uma educação e campanhas de conscientização. Eu acredito que isso seja eficaz, mesmo com o enorme número de apoiadores a pirataria, eu já vejo muita gente com consciência das coisas. E vocês, o que acharam?