O dia que Watch Dogs vazou no Brasil

Watch_Dogs_E3_trailer

Eu não tenho notificações no meu celular. Desliguei praticamente todos os alertas após um episódio que aconteceu em Maio de 2014, quando um dos jogos mais aguardados do ano vazou no Brasil. Foi um e-mail que chegou Sábado de manhã que iniciou um dos piores finais de semana que um gestor comunicação pode ter.

A história de Watch Dogs é envolta em polêmicas. Desde a apresentação na E3 de 2012 até seu lançamento, dois anos depois, o jogo foi alvo de críticas e iniciou uma era de reclamações à Ubisoft (uma história que posso contar outro dia).

Tudo que o jogo não precisava era uma nova polêmica dez dias antes do lançamento. Tudo que eu não precisava era que, além disso, ainda fosse uma crise no Brasil.

tumblr_mm1k881oN11qfrov6o7_500

Dia 17 de Maio de 2014, lojas no Rio de Janeiro começaram a vender Watch Dogs. Fotos começaram a viralizar no Facebook e upload de vídeos na velocidade da banda larga no YouTube.

Vrrruuuuum. Uma notificação no meu celular que estava embaixo do travesseiro me acordou e avisou do caos que se iniciava.

Pior que perder uma batalha é entrar nela sabendo que não há como vencê-la

Eu sabia o estrago que um vazamento desses poderia causar. Acompanhei de perto as duras negociações e insistências da Ubisoft Brasil com a matriz para conseguir ter os jogos no Brasil no lançamento. Antes, era rotina que os jogos demorassem uma semana ou ainda mais para chegarem aqui. A matriz era resistente temendo exatamente o que acontecera com um dos primeiros jogos a receber esse privilégio.

Me debrucei em todas as ferramentas e técnicas de busca durante as horas seguintes de Sábado. Listei e demarquei todos os perfis, canais e sites que haviam fotos e vídeos de Watch Dogs. Eu precisava descobrir a origem do vazamento. Foi quando, após alguns telefonemas e mensagens enviadas para pessoas que já estavam com o jogo em mãos, cruzei informações sobre o nome da loja que já tinha vendido mais de 20 cópias do jogo.

Só que isso era apenas o começo.

Após descobrir a loja e alertar distribuidor e a própria Ubisoft – que nesse momento iniciaram uma cruzada para verificar a veracidade da informação – eu precisava convencer pessoas a não divulgar mais materiais na internet.

pre_1400501231__watch_dogs_leak

Pior que perder uma batalha é entrar nela sabendo que não há como vencê-la. Eu me vi lutando contra um vírus que se multiplicava mais rápido que minha capacidade de perceber que todo esforço seria em vão. Mesmo tendo convencido os autores dos vídeos com mais visualizações e perfis com mais curtir a retirar os materiais até o lançamento oficial, dia 27, o estrago já estava feito. Reddit e NeoGAF já tinham tatuado o vazamento na pele da internet.  

As consequências foram inevitáveis. Não estava copiado nos principais e-mails que desceram ferozmente nos cabos de fibra ótica do hemisfério norte até aqui, mas os poucos que li na cauda longa de encaminhamentos me causaram náusea.

Esse foi um dos raros momentos que pensei em abandonar o sonho de tocar meu próprio negócio.

Watch Dogs, o jogo que fala sobre a nossa vulnerabilidade à tecnologia me motivou a encerrar um ciclo vicioso que alimentava uma ansiedade sem limites. Ainda demorei alguns meses para encarar a decisão. Precisava me desligar dessa história, me preparar para as próximas. Ajustes, Notificações, Inativo.

6-ios-notification-center-tips-turn-off-notification-alerts-for-specific-app_6-100673729-orig

Anúncios

A volta de quem foi

Captura de Tela 2017-07-10 às 18.25.47.png

Star Fox 2 será lançado após 22 anos de ter sido cancelado. O jogo estava 90% pronto, mas a Nintendo decidiu puxar a tomada do projeto quando os novos garotos com seus incríveis gráficos 3D 32-Bit chegaram na rua.

A aventura inédita de Fox McCloud aterrissará em um mundo muito diferente do que estava planejado originalmente. Ele não será capaz de competir com os 6 teraflops do Xbox One X. Ele não usa Unreal 4, Frostbite, Snowdrop ou qualquer outro motor gráfico de última geração.

Star Fox 2 não estava na velocidade do amanhã de 1995

O que faz Star Fox 2 especial, mesmo tantos anos após sua era?

Viver preso no futuro do presente gera uma ansiedade por falsas necessidades. Mais, maior, melhor. O passado não é uma opção quando sempre se está atrasado para o que ainda há de melhor.

É impossível voar mais rápido que a luz. Star Fox 2 não estava na velocidade do amanhã de 1995. Em 2017, ele voa baixo.

Tudo que foi desenvolvido desde 1995 – inclusive os incríveis concorrentes poligonais lançados no PlayStation e Saturn – ajudaram a evolução dos jogos até aqui. Se alguns não tiveram impacto direto no mercado, com certeza ajudaram as pessoas envolvidas  a evoluir.

Captura de Tela 2017-07-10 às 18.29.30.png

Um projeto cancelado é muito mais que o ponto final. Trata-se da jornada, não? A escalada de uma montanha possui vários finais. A chegada ao cume, inclusive, pode ser apenas o começo da próxima subida.

Se Star Fox 2 nunca fosse lançado, os aprendizados seriam os mesmos. Mas quem diz que não é possível aprender um pouco quando ele voltar do hiato? Talvez você não mude. Talvez eu mude. Talvez possamos mudar juntos.

GoLuck fora do ar. Por que?

Olá. Quanta teia de aranha por aqui, hein?

Esse endereço é especial. Foi aqui que o GoLuck começou, uma brincadeira que se tornou em um dos projetos que tive mais carinho por muitos anos. No final de 2008, mudamos para um endereço próprio com um layout bonitão. O último post desse blog indica exatamente essa mudança.

Se você entrar lá agora, não vai encontrar nada além de uma página estática. E há um ano, quase exato, sou perguntado no MSN, e-mail, Xbox Live, PSN e até mesmo pessoalmente: “quando o GoLuck vai voltar?” Ainda não sei. Eu amo esse blog, e por isso decidi deixar ele fora do ar. Não ia ser justo com você deixar ele desatualizado. Decidi, então, deixar ele descansando.

Nesse meio tempo quanta coisa aconteceu na minha vida… Muito mudou e meu tempo ficou realmente esgotado. Tenho enorme vontade em voltar a escrever e fazer tudo aquilo que tornava o GoLuck um site diferenciado, que conquistava os leitores como amigos. Aliás, todos os membros do GoLuck estão na minha lista de melhores amigos. E tudo começou com uma brincadeira.

Queria pedir para você, leitor do GoLuck, um pouco mais de paciência. Queremos voltar e vamos fazer isso em 2011. Ano passado foi um ano em que estava terminando meu trabalho de conclusão de curso na Universidade e engajado em alguns novos projetos (que vou apresentar muito em breve para todos vocês).

Quem quiser me acompanhar, pode encontrar muitos textos meus mensalmente nas revistas EGW e Nintendo World. Fica também meu Twitter: @lucas_patricio.

Fique tranquilo. Muito em breve você terá um blog divertido novamente no seu RSS. Terá um podcast gamer para escutar, e muitos vídeos engraçados para compartilhar com sua timeline. O GoLuck volta já.

 

GoLuck estréia novo site: goluck.com.br

por  Lucas Patricio

goluckina

Sejam bem vindos ao novo GoLuck! A partir de hoje vocês vão conferir no goluck.com.br todas as novidades do mundo dos games; tudo pela ótica de pessoas como você, que adoram falar sobre videogame.

Quem conhece o GoLuck sabe que nossa maior qualidade é a identificação com o público. E o novo layout e funcionalidades só vão reforçar isso. Vamos trabalhar ainda mais em nossos projetos de vídeo; dar segmento ao GoLuckast (cada dia mais famoso)e manter essa relação de proximidade que temos com você, leitor.

Nossos redatores vão contar o dia a dia de um jogador. Não apenas a noticias, mas a reflexão de como ela nos afeta e como isso muda o nosso humor. Isso é o GoLuck.

Gostaria de convidar todos para passear pelo site e, ocasionalmente, ter paciência caso encontre alguns probleminhas. Ainda estamos nos acostumando com tudo isso. Casa nova é ótimo, mas a gente sempre esbarra naquela quina de mesa, não é verdade? Dentro de um mês tudo já deve estar arrumadinho e funcionando a mil por hora.

Esse é o maior projeto pessoal em que me envolvo. Agradeço isso a cada membro da equipe que, desde sempre, acreditaram no projeto. Não estamos aqui para ser apenas mais um; queremos que vocês pensem “nossa, que legal esse post do GoLuck!”. E vamos fazer de tudo para que isso sempre aconteça!

Agora aproveitem o espaço. Assinem o nosso novo feed e não deixem de contar para seus amigos. Hoje não nasceu apenas mais um site de videgame. Hoje nasceu um novo amigo. Obrigado a todos, e contamos com vocês 😉

Prelúdio do Fim – Chegou a hora

por Lucas Patricio

cropped-capanovembrocaveira011

Vocês já vinham acompanhando as notícias que estávamos dando ao longo do mês de novembro e outubro e sabem que o blog vai acabar. O tempo chegou. Mas antes de encerrar as atividades aqui, gostaria de citar algumas das coisas que reforçaram a vontade de acabar com o blog.

Uma delas foi a quantidade esdrúxula de sites com que competiamos. Nos dados do wordpress, estávamos lado-a-lado com um site de Metroid e uma detetizadora. Pode uma coisa dessa?

Amanhã o anúncio oficial será feito. Peço que TODOS os leitores compareçam ao GoLuck por volta das 22h. Não existe data “melhor” pra acabar um blog do que aquelas ultimas horas de domingo. Haja coração…

[+Leitor] Por que amamos tanto Metal Gear?

Por Rafael Arbulu*

metal-gear-solid-4

Pessoas como LuckMan (parece até nome de chefe do Mega Man) e eu não estamos sozinhos no mundo quando dissemos: amamos Metal Gear. Não estamos sozinhos porque, ao redor do globo, a obra prima de Hideo Kojima conseguiu prender a atenção do jogador do início do lendário Metal Gear, (MSX/1987) até o seu desfecho em Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots (PlayStation 3/2008), sem falhar ou decair o mínimo que fosse dentro desse período.

Muitos vão discordar, dizendo que Splinter Cell é melhor, que MGS se tornou mais um filme do que um game, tamanha a quantidade de cutscenes, mas eu aposto a minha vida: se você já jogou MGS em alguma remota parte de sua vida, você teve um lampejo de vontade de ser Solid Snake. E eu explico o porquê.

Continuar lendo “[+Leitor] Por que amamos tanto Metal Gear?”